Segunda, 13 Julho 2020

ITAMARANDIBA CAPITAL BRASILEIRA DO EUCALITPO

Itamarandiba se consolida como pólo de Silvicultura em MG.
 
A cidade de 32 mil habitantes, no Alto Jequitinhonha, se consolida como um dos importantes pólos de silvicultura em Minas Gerais, estado que lidera o ranking da eucaliptocultura no país.
De acordo com o Inventário Florestal de Minas Gerais, cerca de 2% da área total do estado estão cobertos por florestas artificiais de eucaliptos e pinus.
 
Em Itamarandiba, o plantio de eucaliptos teve início ainda na década de 1970 e, a partir daí, se estendeu por diferentes municípios da região reflorestadora de Itamarandiba.
 
Além das extensas e contínuas áreas ocupadas pela eucaliptocultura, por grandes empresas do setor, como a Aperam Bioenergia e SADA Bio Energia, a quase totalidade das pequenas propriedades rurais do município possui plantios de eucalipto, espécie que é originária da Austrália.
 
Com forte vocação de base florestal, o município figura, de acordo com as estatísticas do IBGE, entre os principais municípios brasileiros produtores de bioredutor de energia (carvão vegetal) e madeira a partir de florestas plantadas, sendo o principal município produtor de mel de Minas Gerais e ainda, de acordo com o Instituto Mineiro de Agropecuária-IMA, um dos importantes pólos de produção de mudas dos diferentes espécimes de eucalipto.
 
Todo seu dinamismo na atividade florestal, somada pela aplicação de tecnologia de ponta na produção de mudas clonais e práticas de manejos florestais, concorreu para que a cidade se tornasse referência para a pesquisa científica e um atrativo a novos investimentos.
 
Todavia, o desafio para atenuar os impactos negativos que, inevitável, decorrem da atividade, se amplificam frente à inexistência de Instituto de Ensino, público e gratuito, no município que já deveria de contar com cursos técnicos e/ou de graduação ligados às ciências agrárias.
 
Fonte texto: http://www.diariodojequi.com.br/index.php?news=1845
 

{{tempo}}

{{Galo}}

 

 

{{Cruzeiro}}

 

Desenvolvido :